fbpx

Linha 3-Vermelha é a mais lotada do Metrô de SP no período da manhã, aponta levantamento.

A Linha 3-Vermelha é a mais lotada do Metrô de SP no período da manhã de acordo com um levantamento feito via Lei de Acesso à Informação (LAI). Os dados obtidos mostram que a linha tem 7,1 passageiros por metro quadrado.

A linha liga a Estação Corinthians-Itaquera na Zona Leste a Estação Palmeiras-Barra funda na Zona Oeste, passando pelo centro da cidade de São Paulo. Atualmente a linha 3-vermelha é a que mais faz integrações com outras linhas do sistema metropolitano, fazendo baldeação com as linhas 1-Azul, 4-Amarela, Linha 7-Rubi, 8-Diamante, 10-Turquesa, 11-Coral e 12-Safira.


Hoje os intervalos entre trens na Linha 3-Vermelha são de dois minutos, mas de acordo com o Secretário de Transportes Metropolitanos, Alexandre Baldy, investimentos estão sendo feitos para reduzir esse intervalo. Quase todos os domingos o Metrô de São Paulo tem alterado a operação na linha, visando melhorias no sistema para reduzir o intervalo entre trens, o objetivo segundo o secretário é reduzir o intervalo para 90 segundos até o final de 2020.

Linha menos lotada

Ainda de acordo com os dados obtidos pelo levantamento, a linha 15- prata do monotrilho, operada pelo Metrô de SP, que liga a estação Jardim Planalto, inaugurada recentemente, a estação Vila Prudente, que faz integração com a Linha 2-Verde é a linha com menos lotação no período da manhã. A média de passageiros na linha é de 2,1 pessoas por metro quadrado.

(*) Com informações do Portal G1

Enfim, Gostou da matéria?

Então, siga o Via Coletivo no canal do YouTube, em nossas redes sociais como o Facebook, Twitter e Instagram. Desse modo você poderá acompanhar tudo sobre Trens, Metrô, Ônibus, Uber, Aviação, bem como outras matérias relacionadas a Mobilidade Urbana e Transportes.

Aílton Donato

Cristão, paulistano, técnico em manutenção automotiva, empreendedor digital, criador dos perfis CPTM da Depressão e Metrô SP Depressivo nas redes sociais e do site Via Coletivo. Sonoplasta nas horas vagas e apaixonado por Mobilidade Urbana, em especial pelo sistema sobre trilhos.