fbpx

Governo de SP pega empréstimo de R$ 1,1 Bi para obras da Linha 17-Ouro do Metrô

O Governo do Estado de São Paulo pegou um empréstimo de R$ 1,1 bilhão do Banco de Desenvolvimento da América Latina para terminar as obras do primeiro trecho da Linha 17-Ouro do Monotrilho do Metrô.

Com o empréstimo, o governo afirma que agora tem recursos financeiros para terminar o projeto, mas não definiu novo prazo para a entrega.


A futura Linha 17–Ouro será uma linha de metrô de São Paulo que utilizará a tecnologia Metrô Leve, um sistema de monotrilho e será operada pela ViaMobilidade, empresa que já opera a Linha 5–Lilás do Metrô de SP.

A linha 17-Ouro ligará a Estação Morumbi, da Linha 9–Esmeralda à Estação Congonhas, ligando ao aeroporto que ficará próximo a estação, passando também pela Linha 5–Lilás. A linha terá uma demanda aproximada de quinze mil passageiros por hora em cada sentido.

O início de suas operações, inicialmente prometido para 2013, passou para 2014, depois para 2016, final de 2017, 2018, final de 2019 e atualmente o governo não estipula uma data para conclusão das obras.

A linha fez parte do projeto que a cidade apresentou para ser sede da Copa do Mundo de 2014. Quando concluída, a linha terá 17,7 quilômetros de extensão.

Enfim, Gostou da matéria?

Então, siga o Via Coletivo no canal do YouTube, em nossas redes sociais como o FacebookTwitter e Instagram. Desse modo, você poderá acompanhar tudo sobre Trens, Metrô, Ônibus, Uber, Aviação, bem como outras matérias relacionadas a Mobilidade Urbana e Transportes.

Aílton Donato

Cristão, paulistano, técnico em manutenção automotiva, empreendedor digital, criador dos perfis CPTM da Depressão e Metrô SP Depressivo nas redes sociais e do site Via Coletivo. Sonoplasta nas horas vagas e apaixonado por Mobilidade Urbana, em especial pelo sistema sobre trilhos.