Ônibus não para no ponto e primos perdem a prova do Enem - Via Coletivo

Últimas Notícias

3 de novembro de 2019

Ônibus não para no ponto e primos perdem a prova do Enem

Primos que perderam prova do enem por culpo de motorista que não parou no ônibus
Foto: Marcia Silvia/Agência AM1
Três jovens que pretendiam fazer a prova do Enem (Exame Nacional do Ensino Médio) perderam o exame porque o motorista do ônibus que eles tinham que pegar não quis parar no ponto e passou direto. O caso aconteceu neste domingo, em Manaus, capital da Amazonas.

Dois deles eram primos, Arliane Golvin, 21 anos e Luciano Golvin, 17 anos, que estavam acompanhados do amigo, Joel Flanyr, de 25 anos.


Airliane disse que foi passar o sábado na casa do primo, que fica próximo à BR-174, para estudar e rever o conteúdo do Enem e no dia seguinte poderem ir juntos fazer a prova.

Segundo os jovens, para se prevenir de perder o horário do ônibus, que de acordo com o itinerário, passaria pelo local às 10h30, eles marcaram de chegar ao ponto com meia hora de antecedência, às 10h00. Como previsto, o ônibus passou pelo local no horário marcado, os jovens deram o sinal para poder embarcar, porém o motorista do veículo não parou e seguiu viagem, deixando os jovens desesperados.

Sem dinheiro para utilizar o transporte por aplicativo, Arliane lamentou dizendo, “fizemos nossa parte em estudar e chegar ao horário na parada de ônibus, mas não era para ser. Não podemos fazer nada, só espero que nossos pais entendam”, disse a estudante que pretendia fazer um curso na área da saúde, “vou tentar no ano que vem”, concluiu a jovem.


Já Luciano, primo de Arliane, ficou mais inconformado com a situação e disse que nunca mais irá se esquecer do número do ônibus que não parou para eles. “Foi a linha 321, como pode um motorista sabendo que hoje é prova do Enem e que muitos jovens estão em busca de um sonho profissional para mudar de vida tomar uma atitude dessas e não parar no ponto de ônibus”.

De acordo com Luciano, o ônibus estava praticamente vazio, e que não tinha desculpa que o veículo estava lotado.

Já Joel, amigo dos primos, disse que tentaria a prova pela segunda vez e que se sentia mais preparado para conseguir uma vaga na área de Ciências Exatas. “Eu tinha certeza que conseguiria o número suficiente para ser aprovado dessa vez no Enem, mas o acaso não deixou, paciência”, disse o jovem.

A prova do Enem estava marcada para 13h00 (horário de Brasília), mas em Manaus, por conta do fuso horário, o inicio do exame ocorreu uma hora antes, meio dia, impossibilitando assim os jovens de chegarem a tempo para realizar a prova.

(*) Com informações do Amazonas 1