fbpx

Motorista de Aplicativo é acusada de racismo após se recusar a levar família negra

Uma motorista de aplicativo da 99 foi acusada de racismo após se recusar a levar dois passageiros. O caso aconteceu em Belo Horizonte, capital do estado de Minas Gerais, na tarde do último sábado, dia 28 de dezembro de 2019.

Ariane Cristina Abdon Silva, 18, estava acompanhada de seu pai, 47, e iria visitar seu avô quando o fato aconteceu. “Estávamos no portão. Ela parou o carro. Quando a gente ia entrar no carro, ela fez cara de nojo, travou as portas e disse que não nos levaria”, informou a jovem.

Após o ocorrido, a jovem salvou os dados da motorista no celular e foi com o pai a uma base da polícia. O caso será investigado na 4ª delegacia de Polícia Civil que deverá convocar nos próximos dias a família para ser ouvida.

A 99 informou em nota que bloqueou imediatamente a motorista e disse que lamenta a situação, afirmando que irá colaborar com a investigação e também com a família oferecendo todo suporte necessário.

Confira abaixo na integra a nota fornecida pela 99

“A 99 informa que recebeu a grave denúncia e bloqueou imediatamente a motorista parceira da plataforma, bem como mobilizou uma equipe que está em contato com a vítima para oferecer todo o suporte e acolhimento necessários. A empresa lamenta profundamente a situação e está disponível para colaborar com a investigação da polícia.

A empresa repudia veementemente qualquer tipo de discriminação e comportamentos que vão contra os Termos de Uso da Plataforma, medidas corretivas podem e são adotadas pela empresa.

Passageiros e motoristas que tenham sofrido qualquer forma de discriminação devem reportar imediatamente para a empresa, por meio de seu app, ou no telefone 0800-888-8999, para que o acolhimento e suporte necessários sejam oferecidos, além das medidas corretivas e colaboração com a investigação da polícia. Trabalhamos 24 horas por dia, 7 dias por semana, para cuidar exclusivamente da proteção dos usuários, sejam eles motoristas ou passageiros.

A 99 oferece aos motoristas parceiros uma plataforma de conscientização, com um pacote gratuito de cursos online e presencial sobre racismo, homofobia e outras formas de preconceito”.

Enfim, gostou da matéria?

Então, siga o Via Coletivo no canal do YouTube, em nossas redes sociais como o FacebookTwitter e Instagram. Assim você poderá acompanhar tudo sobre Trens, Metrô, Ônibus, Uber, Aviação e outras matérias relacionadas a Mobilidade Urbana e Transportes.

Aílton Donato

Cristão, paulistano, técnico em manutenção automotiva, empreendedor digital, criador dos perfis CPTM da Depressão e Metrô SP Depressivo nas redes sociais e do site Via Coletivo. Sonoplasta nas horas vagas e apaixonado por Mobilidade Urbana, em especial pelo sistema sobre trilhos.