fbpx

Linha 15-Prata seguirá fechada nesta terça-feira (3)

A linha 15-Prata (monotrilho) seguirá fechada amanhã (03/03). De acordo com o Metrô, a paralisação é necessária para que as empresas Bombardier e o consórcio CMEL, fornecedores dos trens e da estrutura do monotrilho, identifiquem a razão dos problemas de sua responsabilidade.

A companhia informou que a medida foi tomada por precaução, e afirmou estar acompanhando os trabalhos e cobrando urgência na solução do problema, para que a linha volte a funcionar.


Durante o período, os ônibus do sistema PAESE (Plano de Atendimento entre Empresas de Transporte em Situação de Emergência) seguirão atendendo gratuitamente os usuários entre as estações São Mateus e Vila Prudente, das 04:40 à 0:00.

O Metrô informou ainda que, para esta terça, aumentou de 50 para 60 ônibus articulados, que juntos “têm capacidade de atendimento similar aos 12 trens que prestavam serviço regularmente na linha 15”.

Na última quinta-feira (27/02), um único pneu de um jogo de rodas de um trem da linha se rompeu, levando a composição a ser recolhida imediatamente para a manutenção. Porém, ao longo dos testes realizados na linha neste fim de semana foi constatado a incidência de danos em outros pneus dos trens do monotrilho.

A Bombardier, fabricante dos trens da linha 15, verificou que os dispositivos chamados “Run Flats” estão causando essa alteração. Esses dispositivos ficam nas rodas e garantem a movimentação do trem em casos de anormalidades, como pneus furados ou murchos.

Como medida de precaução para os usuários, a circulação de trens da linha foi interrompida nesta segunda-feira, durante toda a operação comercial.

Enfim, Gostou da matéria?

Então, siga o Via Coletivo no canal do YouTube, em nossas redes sociais como o FacebookTwitter e Instagram. Desse modo, você poderá acompanhar tudo sobre Trens, Metrô, Ônibus, Uber, Aviação, bem como outras matérias relacionadas a Mobilidade Urbana e Transportes.

Aílton Donato

Cristão, paulistano, técnico em manutenção automotiva, empreendedor digital, criador dos perfis CPTM da Depressão e Metrô SP Depressivo nas redes sociais e do site Via Coletivo. Sonoplasta nas horas vagas e apaixonado por Mobilidade Urbana, em especial pelo sistema sobre trilhos.