fbpx

Linha 15-Prata do Monotrilho voltará a operar parcialmente no dia 23 de março

A linha 15-Prata não opera desde o dia 28 de fevereiro.

A Linha 15-Prata do Monotrilho vai voltar a operar no dia 23 de março, portanto, de forma parcial, é o que informou o Secretário de Transportes Metropolitanos, Alexandre Baldy, segundo uma matéria publicada pelo Portal G1 nesta sexta-feira, dia 13.

De acordo com Baldy, a previsão é que o ramal só volte a operar normalmente a partir do dia 14 de abril. Não foi informado pelo Secretário como será esta operação.

Nesta sexta-feira, dia 13 de março, o ramal completou 14 dias seguidos sem operar, ou seja, a linha 15-Prata não opera desde o dia 28 de fevereiro.

No dia 27 de fevereiro, um único pneu de um jogo de rodas do trem da Linha 15-Prata se rompeu, levando a composição a ser recolhida imediatamente para a manutenção.

Além disso, segundo o Metrô, ao longo dos testes realizados na linha no fim de semana seguinte, dias 29/02 e 01/03, foi constatado a incidência de danos em outros pneus dos trens do monotrilho.

Posteriormente, a fabricante Bombardier foi acionada imediatamente e verificou que os dispositivos chamados “Run Flats” estão causando essa alteração. Esses dispositivos ficam nas rodas e garantem a movimentação do trem em casos de anormalidades, como, por exemplo, pneus furados ou murchos.

Até o momento o que se sabe é que o pneu se rompeu por deformidades nas vias, mas, por outro lado, não é possível afirmar se essas imperfeições foram causadas pelo uso ou má construção.

Além disso, na sexta-feira, dia 6, o Tribunal de Contas do Estado de São Paulo (TCE-SP) determinou a fiscalização da linha 15. Já na última quarta-feira, dia 11, o MP-SP (Ministério Público de São Paulo) anunciou a abertura de inquérito civil para investigar “possíveis irregularidades”.

Enfim, Gostou da matéria?

Então siga o Via Coletivo no FacebookTwitter Instagram.
Assim Você poderá acompanhar tudo sobre Trens, Metrô, Ônibus, Uber, Aviação e outras matérias relacionadas a Mobilidade Urbana e Transportes.

Aílton Donato

Cristão, paulistano, técnico em manutenção automotiva, empreendedor digital, criador dos perfis CPTM da Depressão e Metrô SP Depressivo nas redes sociais e do site Via Coletivo. Sonoplasta nas horas vagas e apaixonado por Mobilidade Urbana, em especial pelo sistema sobre trilhos.