fbpx

Metrô de BH não opera a partir de hoje (23), diz sindicato

De acordo com o Sindicato dos Empregados em Transportes Metroviários e Conexos de Minas Gerais (Sindimetro-MG), o metrô de Belo Horizonte não irá funcionar a partir desta segunda (23) devido ao coronavírus.

A Diretoria Executiva do Sindimetro-MG informou que decidiu pela paralisação total de todas as atividades, após reunião na tarde do último sábado (21).


“É uma decisão difícil para todos, mas necessária. A diretoria do Sindimetro-MG vinha negociando com a direção da CBTU várias formas de se evitar um colapso total do sistema para que as operações continuassem sem pôr em risco a saúde dos usuários e trabalhadores”, diz nota do sindicato.

O Sindimetro afirmou que a CBTU não garantiu a segurança necessária para que os trabalhadores e usuários não fossem infectados pelo coronavírus.

“Nosso objetivo é resguardar os trabalhadores e trabalhadoras metroviários e os usuários. Hoje (21), com o estágio de contaminação de que temos notícias, não é possível garantir o uso seguro deste meio de transporte”.

Resposta da CBTU

A Companhia Brasileira de Trens Urbanos (CBTU), a princípio, informou não ter sido notificada e disse desconhecer qualquer movimento grevista proposto pelo sindicato.

Mais tarde, a companhia afirmou ter obtido liminar do Tribunal Regional do Trabalho que determinou o funcionamento da operação sem qualquer paralisação.

A liminar garante a operação nos moldes estabelecidos pela empresa, nos períodos das 6h às 9h e das 16h30 às 20h.


De acordo com nota da CBTU, “o desembargador de plantão, Dr. Manoel Barbosa da Silva acrescentou ainda que o movimento paredista noticiado não respeita os preceitos legais”.

O desembargador determinou ao Sindicato que durante qualquer paralisação, mesmo que temporária, se mantenha no mínimo 50% dos trabalhadores em serviço, sob pena de multa diária de R$ 100.000 (cem mil reais).

A CBTU informou que “não está medindo esforços para preservar seus funcionários, ao mesmo tempo em que propõe atender, mesmo que em horários reduzidos, a população num momento tão delicado”.

Ainda de acordo com a companhia, “a CBTU-BH está operando com trens acoplados mesmo no horário reduzido, com o objetivo de possibilitar uma distância de segurança dos usuários no interior dos vagões”.

“Todas as noites, a CBTU-BH já realiza uma higienização profunda nos trens, lopo após o fim da atividade comercial. Além disso, durante a operação acontece a limpeza de todos os vagões, entre os intervalos das viagens”. Leia a nota completa da CBTU clicando aqui.

Enfim, Gostou da matéria?

Então, siga o Via Coletivo no canal do YouTube, em nossas redes sociais como o FacebookTwitter e Instagram. Desse modo você poderá acompanhar tudo sobre Trens, Metrô, Ônibus, Uber, Aviação, bem como outras matérias relacionadas a Mobilidade Urbana e Transportes.

David Molina

David Molina

Paulistano, budista, fotógrafo, entusiasta do transporte público, editor dos perfis CPTM da Depressão e Metrô SP Depressivo no Facebook.

Deixe uma resposta