Acessos secundários de estações são fechados em SP

Acessos secundários das estações do Metrô e da CPTM foram fechados, após o governo do estado elaborar um plano de contingenciamento.

A decisão de fechar os acessos foi tomada devido a redução do número de passageiros em 62%. Além disso, houve afastamento de 41% do quadro de funcionários, que fazem parte do grupo de risco do coronavírus.


Alexandre Baldy, secretário dos Transportes Metropolitanos, concedeu entrevista ao notíciário Bom Dia SP, da Rede Globo, e disse que o fechamento começou nesta terça-feira (24/03).

De acordo com Baldy, os acessos foram fechados “para que nesta redução de quadro efetivo, que chegou a 41% pelos afastamentos realizados, não tenhamos problemas na operação. Estamos realizando a operação de acordo com o fluxo”.

O Sindicato dos Metroviários de São Paulo pediu na última sexta (20) que o governo restringisse o fluxo e acesso de passageiros às estações.

O Sindicato também pediu limpezas profundas nos trens e estações, além de máscaras e produtos de higiene para o uso de todos os empregados da companhia.

Além do fechamento dos acessos secundários, o Metrô informou que poderá alterar a oferta de trens em todas as linhas administradas pela companhia.

Enfim, Gostou da matéria?

Então, siga o Via Coletivo no canal do YouTube, em nossas redes sociais como o FacebookTwitter e Instagram. Desse modo você poderá acompanhar tudo sobre Trens, Metrô, Ônibus, Uber, Aviação, bem como outras matérias relacionadas a Mobilidade Urbana e Transportes.

David Molina

David Molina

Paulistano, budista, fotógrafo, entusiasta do transporte público, editor dos perfis CPTM da Depressão e Metrô SP Depressivo no Facebook.

Deixe uma resposta