fbpx

Estação de higienização é inaugurada em estação da CPTM

Nesta segunda (13), a Prefeitura de Osasco inaugurou a primeira estação de higienização da cidade.

A estrutura foi colocada na saída da estação Osasco da CPTM, que atende as linhas 8-Diamante e 9-Esmeralda.


Por meio de tendas, os usuários passam por um processo de higienização. Os passageiros recebem um spray que é liberado no ar com uma mistura desinfetante.

A solução é formada por hipoclorito de sódio (água sanitária) e extrato vegetal diluídos em água. De acordo com a prefeitura, a mistura tem um efeito antibacteriano.

Rogério Lins, prefeito de Osasco, disse que a estação é “a principal entrada e saída da cidade”. “Em dias normais acaba atendendo 300 mil pessoas. Mas agora, com a reclusão social, passam em média 70 mil pessoas, entre entradas e saídas, e elas têm a oportunidade de desinfectar cabelo, barba e as roupas também”, afirmou.


A passagem pelas tendas não é obrigatória. Para quem não quiser passar pela higienização, a prefeitura disponibilizou uma saída lateral. Diversos usuários estranharam a estrutura e muitos não quiseram realizar o procedimento.

De acordo com o Conselho Federal de Química, a exposição frequente a água sanitária diluída pode provocar ressecamento da pele.

Estação de higienização instalada na estação Osasco da CPTM. Foto: Reprodução / TV Globo
Enfim, Gostou da matéria?

Então, siga o Via Coletivo no canal do YouTube, em nossas redes sociais como o FacebookTwitter e Instagram. Desse modo você poderá acompanhar tudo sobre Trens, Metrô, Ônibus, Uber, Aviação, bem como outras matérias relacionadas a Mobilidade Urbana e Transportes.

David Molina

David Molina

Paulistano, budista, fotógrafo, entusiasta do transporte público, editor dos perfis CPTM da Depressão e Metrô SP Depressivo no Facebook.

Deixe uma resposta