fbpx

Ficar parado nos dois lados das escadas rolantes é mais eficiente, apontam pesquisas

Regra é sagrada para usuários apressados do transporte coletivo. Mas, se todo mundo ficar parado, mais gente é levada em menos tempo, segundo experimentos 

No transporte público das grandes cidades, deixar o lado esquerdo das escadas rolantes livres para quem queira subir andando é regra de conduta. Algumas companhias de metrô fazem a recomendação aos passageiros de forma explícita, incluindo a de São Paulo.

Ocupar os dois lados da escada e ficar parado, no entanto, tem sido a maneira apontada por pesquisas como a mais eficiente no escoamento dos passageiros para dentro ou para fora das estações. 


A experiência mais recente foi feita em 2016, pelo metrô de Londres. O teste foi feito na estação Holborn, uma das que têm maior fluxo de passageiros na cidade – 56 milhões de pessoas por ano – e escadas rolantes de mais de 23 metros de altura.

Os pesquisadores pediram para que os passageiros ficassem parados lado a lado nas escadas durante o horário de pico para estabelecer comparações. A conclusão foi de que, em estações com escadas com mais de 18,5 metros de extensão, o lado deixado sem uso causa congestionamento e filas na base da escada.

Um estudo anterior feito na mesma estação em 2015 mostra que ficar parado em ambos os lados reduz o congestionamento na estação em cerca de 30%, segundo o “The New York Times”.

Quais são as razões para não andar na escada rolante
Segurança

Escadas rolantes se movem por um motivo – para nos poupar de subi-las. Andar nelas aumenta o risco de que alguém se machuque, seja você ou quem vem atrás. 


Economia de tempo no horário de pico

A consultoria à qual o metrô londrino recorreu para calcular a forma mais eficiente de subir as escadas para todos os passageiros descobriu que subir a escada andando levava 26 segundos, enquanto ficar parado consumia 40 segundos. No entanto, o tempo total – quanto tempo era necessário esperar para subir a escada e para chegar ao fim dela – diminuía muito quando todos ficavam parados ao usar a escada rolante.

Quem anda “desperdiça” espaço

O experimento verificou que passageiros que ficam parados à direita costumam ocupar um degrau sim e outro não, segundo relata o artigo do “New York Times”. Quem se movimenta “consome” mais espaço, três degraus por pessoa. Isso torna o escoamento total de pessoas mais lento, embora algumas delas consigam subir mais rápido.

E ai, vai subir caminhando ou parado da próxima vez? 

Deixe sua opinião nos comentários.

Leia também:
Como quem dorme no trem ou no ônibus sabe quase sempre quando acordar?

Enfim, Gostou da matéria?

Então, siga o Via Coletivo no canal do YouTube, em nossas redes sociais como o FacebookTwitter e Instagram. Desse modo você poderá acompanhar tudo sobre Trens, Metrô, Ônibus, Uber, Aviação, bem como outras matérias relacionadas a Mobilidade Urbana e Transportes.

(*) Com informações do Site Nexo

Aílton Donato

Cristão, paulistano, técnico em manutenção automotiva, empreendedor digital, criador dos perfis CPTM da Depressão e Metrô SP Depressivo nas redes sociais e do site Via Coletivo. Sonoplasta nas horas vagas e apaixonado por Mobilidade Urbana, em especial pelo sistema sobre trilhos.

Deixe uma resposta