fbpx

Na Argentina, quem não usar máscara no transporte será multado

Pessoas que forem flagradas sem máscaras no transporte público ou no atendimento ao público em Buenos Aires, na Argentina, serão multadas.

O anúncio foi feito ontem (13) pelo prefeito Horacio Rodríguez Larreta. A medida passará a vigorar a partir de 0h de amanhã (15), no horário local.


De acordo com a medida, quem não utilizar máscaras em ônibus, trens, metrô ou outros meios de transporte terá que pagar uma multa no valor de 10 mil pesos (R$ 780).

Estabelecimentos comerciais que não seguirem as normas de preparo da equipe para o contato com o público poderão ser fechados e terem a licença de funcionamento suspensa.

O prefeito informou que não será necessário que a população utilize equipamento semelhante aos utilizados pelos profissionais da saúde. Basta que a máscara cubra o nariz e a boca.


A prefeitura proibiu a venda de máscaras modelo N95 para pessoas que não sejam cadastradas como funcionárias de equipes de saúde, para evitar que a população em geral acabasse com os estoques das máscaras.

Apesar do atual momento, alguns estabelecimentos comerciais receberam autorização para funcionar. Porém, de acordo com o prefeito, não é permitido sair para realizar atividades físicas em Buenos Aires.

Enfim, Gostou da matéria?

Então, siga o Via Coletivo no canal do YouTube, em nossas redes sociais como o FacebookTwitter e Instagram. Desse modo você poderá acompanhar tudo sobre Trens, Metrô, Ônibus, Uber, Aviação, bem como outras matérias relacionadas a Mobilidade Urbana e Transportes.

David Molina

David Molina

Paulistano, budista, fotógrafo, entusiasta do transporte público, editor dos perfis CPTM da Depressão e Metrô SP Depressivo no Facebook.

Deixe uma resposta