fbpx

Restauração da fachada histórica da Estação Brás da CPTM é concluída

Construída em 1867 pela São Paulo Railway, durante a implantação da primeira ferrovia do estado de São Paulo, a restauração da fachada histórica da Estação Brás da CPTM foi concluída neste mês de abril.

Com três portas de madeira e duas marquises, o muro tem 110 metros de extensão e 8,5 metros de altura.


A restauração começou no ano passado e foi realizada pela iniciativa privada, que também projetou a obra. A CPTM e os órgãos de preservação do patrimônio histórico acompanharam os trabalhos de restauração.

A fachada da estação fica na Rua Domingos Paiva, e sofreu com vandalismo e a ação do tempo.

O projeto de restauro contemplou recuperação, limpeza, remoção de pichações e recomposição dos elementos da fachada.

As marquises possuem estruturas de madeira, metálica e telhas de zinco, materiais semelhantes aos utilizados na estação da Luz.


A calçada também passou por intervenções. Foram realizados trabalhos de nivelamento e pavimentação, além da iluminação do local.

De acordo com Pedro Moro, presidente da CPTM, “a antiga entrada da parada de trem ficou muito bonita. É importante valorizar a história da cidade de São Paulo, cuidando do nosso patrimônio e levando conhecimento para as futuras gerações”.

Enfim, Gostou da matéria?

Então, siga o Via Coletivo no canal do YouTube, em nossas redes sociais como o FacebookTwitter e Instagram. Desse modo você poderá acompanhar tudo sobre Trens, Metrô, Ônibus, Uber, Aviação, bem como outras matérias relacionadas a Mobilidade Urbana e Transportes.

David Molina

David Molina

Paulistano, budista, fotógrafo, entusiasta do transporte público, editor dos perfis CPTM da Depressão e Metrô SP Depressivo no Facebook.

Deixe uma resposta