fbpx

Dados do Bilhete Idoso serão validados com dados da Receita Federal

A SPTrans informou que todos os cadastros para o Bilhete Único Especial Idoso serão validados com os dados da Receita Federal.

De acordo com a empresa, a primeira análise do banco de dados existente apontou que mais de 15 mil cartões do tipo Especial Idoso constam na Receita como CPFs de pessoas que já faleceram.


Os cartões serão bloqueados, gradativamente, em maio. A SPTrans informou que esta é uma forma de garantir que o benefício seja utilizado por quem de fato tem o direito.

Mesmo sem o Bilhete Único, os idosos podem viajar gratuitamente e desembarcar pela porta da frente dos ônibus apresentando o RG ao motorista.

Cartões que apresentarem divergências de dados, como CPF cancelado, nulo ou com titularidade diferente na base de dados da Receita também deverão ser bloqueados.

A orientação da SPTrans é de que os detentores destes cartões regularizem sua situação cadastral junto à Receita Federal.


O usuário poderá consultar a situação cadastral do seu CPF através do seguinte link: https://servicos.receita.fazenda.gov.br/Servicos/CPF/ConsultaSituacao/ConsultaPublica.asp.

Beneficiários do Bilhete Único Especial Idoso podem entrar em contato com a SPTrans por meio do email [email protected] e solicitar, caso seja necessário, a atualização cadastral, enviando foto do documento original oficial com foto atualizada e uma foto pessoal para identificação.

Enfim, Gostou da matéria?

Então, siga o Via Coletivo no canal do YouTube, em nossas redes sociais como o FacebookTwitter e Instagram. Desse modo você poderá acompanhar tudo sobre Trens, Metrô, Ônibus, Uber, Aviação, bem como outras matérias relacionadas a Mobilidade Urbana e Transportes.

David Molina

David Molina

Paulistano, budista, fotógrafo, entusiasta do transporte público, editor dos perfis CPTM da Depressão e Metrô SP Depressivo no Facebook.

Um comentário em “Dados do Bilhete Idoso serão validados com dados da Receita Federal

  • 8 de maio de 2020 em 23:10
    Permalink

    Podia bloquear todos, não é pra idoso estar andando na rua durante está pandemia e mesmo os que por algum motivo específico necessitão transitar na rua tem direito a gratuidade com um documento oficial com foto.
    Do contrário, só dá brecha a um monte de pilantra que adora usar o bilhete da vovó.

    Resposta

Deixe uma resposta