fbpx

Teresópolis decreta rodízio de pessoas pelo número do CPF

Como medida de endurecimento do isolamento social, a prefeitura de Teresópolis, na Região Serrana do Rio de Janeiro, estabeleceu um sistema de rodízio de pessoas baseado no número de CPF (Cadastro de Pessoa Física).

Com isso, a partir desta sexta-feira, dia 15 de maio, os moradores do município vão poder sair às ruas dia sim, dia não. Titulares com final ímpar (1, 3, 5, 7 e 9) só poderão ir às ruas nos dias ímpares. E titulares de CPF com final par (0, 2, 4, 6 e 8) só poderão circular pelas ruas da cidade nos dias pares.


Segundo informações do Portal Uol, a medida terá validade até o próximo dia 20, mas pode ser prorrogada conforme avaliação da administração pública. Está prevista uma multa de R$ 136,42 para quem desrespeitar a ordem.

Trabalhadores de serviços essenciais transitando entre a casa e o local de trabalho ou pessoas que estejam indo ou voltando de unidades de saúde ou clínicas veterinárias estão excluídos dessa regra.


Toda pessoa que sair às ruas deverá portar um documento com foto que contenha o número do CPF ou o próprio CPF (que não tem foto) e um documento com foto.

Enfim, Gostou da matéria?

Então, siga o Via Coletivo no canal do YouTube, em nossas redes sociais como o FacebookTwitter e Instagram. Desse modo você poderá acompanhar tudo sobre Trens, Metrô, Ônibus, Uber, Aviação, bem como outras matérias relacionadas a Mobilidade Urbana e Transportes.

Aílton Donato

Cristão, paulistano, técnico em manutenção automotiva, empreendedor digital, criador dos perfis CPTM da Depressão e Metrô SP Depressivo nas redes sociais e do site Via Coletivo. Sonoplasta nas horas vagas e apaixonado por Mobilidade Urbana, em especial pelo sistema sobre trilhos.