Veja as linhas da EMTU que serão paralisadas a partir desta terça (26)

A EMTU informou em seu site e redes sociais que treze linhas de ônibus intermunicipais que atendem a cidade de São Paulo terão ajustes operacionais a partir da próxima terça (26). 10 delas serão paralisadas, segundo a empresa.

As alterações irão ocorrer após a Prefeitura de São Paulo, por meio da Secretaria de Mobilidade e Transportes do município (SMT) revogar as portarias municipais que fixavam o itinerário e autorizavam a circulação das linhas.


Segundo a EMTU, foram revogadas as portarias que permitiam a circulação das linhas 009, 016, 026, 029, 205, 282, 328, 344, 575 e 577 na capital.

Além disso, a SMT emitiu as Portarias SMT.GAB nº 071/2020, 072/2020 e 073/2020 de supressão de itinerário das linhas 044, 190 e 595.

De acordo com a EMTU, para circulação das linhas intermunicipais pelos diversos municípios da Grande São Paulo, é necessária a aprovação de seus itinerários. No caso da capital, os itinerários são fixados por meio de Portarias emitidas pela Secretaria de Mobilidade e Transportes.

A empresa informou quais serão as alternativas para os passageiros. Confira abaixo:

009TRO Embu-Guaçu (Vila Louro) – São Paulo (Santo Amaro)


Os passageiros podem optar pelas linhas 558TRO, via Embu-Guaçu (Filipinho) e 563TRO, via Embu-Guaçu (Valflor) com transferência gratuita à rede sobre trilhos do Metrô no Terminal Capão Redondo ou conexão para linhas do município de São Paulo no Terminal Jardim Ângela.

016 Guarulhos (Terminal Urbano Guarulhos) São Paulo (Metrô Armênia)


Os passageiros poderão utilizar como alternativa a linha 552 no trecho entre Guarulhos e SP (Metrô Armênia).

026 Poá (Term. Rod. Jd. São José) – São Paulo (São Miguel Paulista)


Os passageiros poderão utilizar como alternativa a linha 377 no trecho entre Poá e SP (Metrô Corinthians-Itaquera). Ainda é possível a utilização da linha intermunicipal 589 ou a linha 12 – Safira da CPTM.

029TRO Taboão da Serra (Jardim Monte Alegre) – São Paulo (Pinheiros)


A linha 068TRO será a opção alternativa aos usuários.

044TRO São Paulo (Jardim Castelo) – São Paulo (Itaim Bibi), via Diadema


Essa linha teve seu itinerário suprimido sendo agora São Paulo (Jardim Castelo) – Diadema (Centro). Uma alternativa é a utilização da 044 com transferência para a linha 516N-10 do município de São Paulo.

190TRO Taboão da Serra (Jardim São Judas Tadeu) – São Paulo (Metrô Conceição)


Essa linha teve seu itinerário suprimido, sendo agora Taboão da Serra (Jardim São Judas Tadeu) – São Paulo (Metrô Butantã). Uma alternativa é a utilização da 190 com transferência para o Metrô.

205 Poá (Terminal Rodoviário Pedro Fava Cidade Kemel) / São Paulo (Pq. D. Pedro II)


Os passageiros poderão utilizar como alternativa a linha 269 no trecho entre Poá e SP (Metrô Corinthians-Itaquera) com transbordo em Itaquera para linhas municipais de São Paulo (entre elas 4310-10) ou para o Metrô.


282 Juquitiba (Terminal Rodoviário Metropolitano) São Paulo (Metrô Morumbi)

Alternativas:

entre as linhas 030 e 032 se o destino for a região de Pinheiros

entre as linhas 030 e 001, com transferência gratuita no Metrô Capão Redondo para o sistema trilhos

328 Poá (Term. Rod. Jd. São José) – São Paulo (São Mateus)


Os passageiros poderão utilizar como alternativa a linha 377 no trecho entre Poá e SP (Metrô Corinthians-Itaquera). É possível a utilização de linha municipal de Poá, conexão com a linha 11 – Coral da CPTM e linhas municipais de São Paulo (entre elas 3743-10).

344 Guarulhos (Parque Alvorada) – São Paulo (Metrô Penha)


Os passageiros poderão utilizar como alternativa a linha 342 com destino a SP (Metrô Armênia).

575 Guarulhos (Terminal Urbano) – São Paulo (Metrô Armênia)


Os passageiros poderão utilizar como alternativa a linha 552 no trecho entre Guarulhos e SP (Metrô Armênia).

577 Guarulhos (Jardim Ipanema) – São Paulo (Metrô Armênia)


Os passageiros poderão utilizar como alternativa a linha 552 no trecho entre Guarulhos e SP (Metrô Armênia).

595 Guarulhos (Terminal Metropolitano Taboão) – São Paulo (Metrô Brás)


Os passageiros poderão utilizar como alternativa a linha 095 Guarulhos (Terminal Metropolitano Taboão) – São Paulo (Metrô Brás).

O secretário dos Transportes Metropolitanos de São Paulo, Alexandre Baldy, disse que “a Constituição Federal prevê que as Prefeituras no Brasil tem a prerrogativa das políticas públicas do transporte público. Buscamos diálogo nestas medidas, demonstramos a importância de cada operação aos gestores municipais, mas não fomos atendidos”.

Enfim, Gostou da matéria?

Então, siga o Via Coletivo no canal do YouTube, em nossas redes sociais como o FacebookTwitter e Instagram. Desse modo você poderá acompanhar tudo sobre Trens, Metrô, Ônibus, Uber, Aviação, bem como outras matérias relacionadas a Mobilidade Urbana e Transportes.

David Molina

David Molina

Paulistano, budista, fotógrafo, entusiasta do transporte público, editor dos perfis CPTM da Depressão e Metrô SP Depressivo no Facebook.

Deixe uma resposta