fbpx

Buser irá retomar operação a partir do dia 26

A Buser anunciou que irá retomar sua operação intermediando viagens entre algumas cidades para quem realmente precisa viajar neste momento.

A empresa afirmou que a volta das atividades ocorrerá a partir do dia 26 e será gradual, de acordo com a flexibilização do isolamento social em algumas regiões do país.


Para garantir a segurança dos passageiros, a retomada irá ocorrer com os seguintes novos protocolos de segurança por parte das empresas transportadoras:

-Reforço na higienização dos veículos;
-Disponibilização de máscaras reserva;
-Álcool 70%;
-Maior distância entre os passageiros;
-Medição de temperatura.

Marcelo Abritta, CEO da Buser, informou que a companhia entende que este é o momento de voltar, mas de forma prudente.

“A Buser foi uma das primeiras empresas do Brasil a parar e a única envolvida com o setor rodoviário que fez isso com 100% da operação para conter a disseminação do vírus e por entender sua responsabilidade social”, afirmou.

“Agora, iremos abrir a oferta de viagens para alguns trechos, retomando a operação aos poucos e respeitando as restrições impostas por autoridades estaduais e municipais”.

“Continuaremos oferecendo acesso a alternativas com preços mais acessíveis, o que será muito importante para a população, tão machucada pela crise, neste momento de retomada”, afirmou Abritta.

Protocolos de segurança

A Buser irá atender as medidas de segurança recomendadas pelos órgãos de saúde e nossas transportadoras parceiras irão adicionar novos protocolos para deixar as viagens ainda mais seguras durante a retomada operacional.

Máscaras

De acordo com as novas diretrizes de saúde, é obrigatório o uso de máscaras nas viagens para a segurança de todos. Sendo assim, reforçamos a necessidade de que nossos usuários levem suas próprias máscaras esterilizadas para viajar, com trocas de 3 em 3 horas. As transportadoras parceiras disponibilizarão máscaras reserva para quem não tiver e, assim, garantir a segurança de todos usuários e motoristas.

Álcool gel 70%

A Buser irá oferecer, também, álcool gel 70% de brinde para que os nossos usuários possam higienizar as mãos com segurança sempre que acharem necessário ao longo das viagens. Também haverá dispenser com álcool gel ativado pelo pé em alguns pontos de embarque. Na entrada dos ônibus e dos banheiros, as empresas parceiras também irão alocar outros dispensers com álcool gel.

Medição de temperatura

Todos os usuários terão suas temperaturas medidas por termômetros infravermelho. Passageiros com temperatura até 37,8º poderão embarcar.


Maior distância entre passageiros

Para garantir que os usuários não viagem próximos uns dos outros, ocuparemos apenas as poltronas da janela e limitaremos as vagas disponíveis para reserva no ônibus. Assim, iremos garantir mais espaço entre as pessoas, como recomendam os órgãos mundiais de saúde.

Cabines de sanitização

Em alguns pontos de embarque estará disponível uma cabine de sanitização individual que higieniza as pessoas que entram nela (uma por vez). Um sensor detecta a presença da pessoa e aciona a pulverização que dura 4 segundos. Isso tornará a viagem de todos ainda mais segura.

Reforço na limpeza

As transportadoras parceiras farão mudanças no processo de higienização dos ônibus após cada viagem realizada, incluindo estofados e encosto de cabeça, utilizando produtos aprovados e indicados pela Anvisa. Estamos acompanhando constantemente as diretrizes dos órgãos de saúde para a melhoria do processo a qualquer momento.

Marcações na fila de embarque


Para garantir organização e segurança na hora do embarque, haverá uma marcação no chão de alguns pontos de embarque com maior fluxo de pessoas. A marcação deverá ser respeitada por todos os usuários para que não haja proximidade entre as pessoas e aglomeração.

Motoristas fora da faixa de risco

Apenas motoristas fora do grupo de risco (idade ou doenças prévias) estão autorizados a fazer viagens intermediadas pela plataforma.

A Buser concluiu o comunicado informando estar mantendo um alinhamento constante com as diretrizes municipais, estaduais, federais e respeitando todas as restrições necessárias.

Sendo assim, a empresa afirma não poder garantir que todos farão a viagem que precisam em um primeiro momento.

A empresa recomendou que os usuários só viagem se for mesmo necessário, e que a retomada das operações tem como objetivo atender parte dos nossos clientes que precisam viajar de qualquer maneira e ficaram sem atendimento durante o período de isolamento.

Enfim, Gostou da matéria?

Então, siga o Via Coletivo no canal do YouTube, em nossas redes sociais como o FacebookTwitter e Instagram. Desse modo, você poderá acompanhar tudo sobre Trens, Metrô, Ônibus, Uber, Aviação, bem como outras matérias relacionadas a Mobilidade Urbana e Transportes.

David Molina

David Molina

Paulistano, budista, fotógrafo, entusiasta do transporte público, editor dos perfis CPTM da Depressão e Metrô SP Depressivo no Facebook.

Deixe uma resposta