Confira como ficou a emissão do Bilhete do Desempregado diante da atual crise sanitária

A atual crise sanitária que o Brasil atravessa tem atingido economia do país. Como resultado, causando o fechamento de diversos setores econômicos e deixando milhares de pessoas desempregadas. Diante disso, a equipe do Via Coletivo resolveu entrar em contato com a CPTM e o Metrô de São Paulo para saber se teve alguma alteração na emissão do Bilhete do Desempregado, benefício muito útil para quem precisa se locomover ou ir atrás de uma recolocação no mercado de trabalho.

A CPTM informou que a emissão do Bilhete do Desempregado está temporariamente suspensa. “A questão deste bilhete envolve políticas públicas que sempre são objeto de estudos e estão em constante reavaliação pelo Governo Estadual”, completou a empresa em nota enviada ao Via Coletivo.


Já no Metrô de São Paulo a emissão do Bilhete do Desempregado segue sendo realizada. É possível fazer a solicitação de segunda a sexta-feira (exceto feriados), porém, com o horário de atendimento reduzido, sendo realizado das 10h às 14h. Antes o serviço era feito das 08h às 16h.

Para se cadastrar o interessado deve seguir até a Estação Marechal Deodoro, da Linha 3-Vermelha do Metrô. O cadastro é realizado mediante a apresentação do RG, CPF, carteira de trabalho com a baixa do último emprego e o último termo de rescisão de contrato de trabalho.

O usuário deve ter trabalhado pelo menos 6 meses no último emprego com registro em carteira. O benefício só é distribuído aos trabalhadores demitidos sem justa causa. O Bilhete do Desempregado possui validade de 90 dias.

Além disso, é importante lembrar que é preciso apresentar a carteira de trabalho junto ao bilhete emitido toda vez que for utilizar alguma das linhas caso algum funcionário da companhia solicite.

Veja também:
Enfim, Gostou da matéria?

Então, siga o Via Coletivo no canal do YouTube, em nossas redes sociais como o FacebookTwitter e Instagram. Desse modo, você poderá acompanhar tudo sobre Trens, Metrô, Ônibus, Uber, Aviação, bem como outras matérias relacionadas a Mobilidade Urbana e Transportes.

Aílton Donato

Paulistano, técnico em manutenção automotiva, empreendedor digital, criador dos perfis CPTM da Depressão e Metrô SP Depressivo nas redes sociais e do site Via Coletivo. Sonoplasta nas horas vagas e apaixonado por Mobilidade Urbana, em especial pelo sistema sobre trilhos.