fbpx

Revogada recomendação de ônibus só com passageiros sentados em SP

A Prefeitura de São Paulo voltou atrás e revogou a recomendação de que ônibus da capital circulassem apenas com passageiros sentados.

A medida, que causou grande polêmica, havia passado a ser obrigatória no dia 6, e tinha como objetivo impedir aglomerações dentro dos ônibus durante a atual crise sanitária.


No dia 08, o Prefeito Bruno Covas (PSDB) deu um prazo de 5 dias para que o então secretário municipal de Transportes, Edson Caram, garantisse que os ônibus municipais circulassem apenas com passageiros sentados.

Este foi um dos motivos que levaram Caram a pedir demissão. “O secretário tem até sexta-feira para conseguir fazer isso. Se até sexta-feira ele não conseguir fazer isso, a partir da segunda é outro secretário que vai tentar fazer isso”, disse Covas na ocasião.


Entre os motivos que foram apresentados pela SPTrans para revogar a recomendação, a empresa afirmou que os motoristas não tem poder de polícia para obrigar os usuários do transporte a viajarem sentados.

Além disso, com a volta do comércio na cidade, houve um aumento significativo na demanda de usuários do transporte.

Enfim, Gostou da matéria?

Então, siga o Via Coletivo no canal do YouTube, em nossas redes sociais como o FacebookTwitter e Instagram. Desse modo você poderá acompanhar tudo sobre Trens, Metrô, Ônibus, Uber, Aviação, bem como outras matérias relacionadas a Mobilidade Urbana e Transportes.

David Molina

David Molina

Paulistano, budista, fotógrafo, entusiasta do transporte público, editor dos perfis CPTM da Depressão e Metrô SP Depressivo no Facebook.

Deixe uma resposta