Fiscalização de veículos abandonados em São Mateus é intensificada

Por meio da Subprefeitura São Mateus, A Prefeitura de São Paulo anunciou que está intensificando as ações de fiscalização de veículos abandonados na região.

Os veículos estão sendo adesivados para recolhimento posterior na Avenida Salvador Jorge Velho, esquina com a Avenida Sapopemba, no Jardim Vera Cruz e na Avenida Arraias do Araguaia, na Vila Nova York.


Caso os veículos não forem retirados pelos proprietários, serão levados para o depósito da subprefeitura ou para o pátio da CET.

A suprefeitura pode recolher o veículo a partir de cinco dias após a adesivagem, caso ele esteja exatamente no mesmo lugar. Na Avenida Sapopemba, os veículos e sucata estão nas laterais e em cima da praça, com pneus usados, entulho e sujeira.

De acordo com a Prefeitura, a subprefeitura São Mateus tem intensificado a fiscalização como mais uma das medidas de combate a atual crise sanitária.

De acordo com a Lei de Limpeza Urbana, o abandono de veículos em vias públicas prevê sanções. É aplicada multa no valor de R$ 16.003,53.

Caso o proprietário do veículo pretenda reavê-lo, deverá arcar com os custos de guincho, que varia conforme o tipo do automóvel e a distância entre o pátio e a subprefeitura, além de pagar pelo equipamento utilizado para o procedimento e pelo trabalho da equipe.


A estadia do veículo no pátio também é paga pelo proprietário. Caso o proprietário não providencie a retirada em até 90 dias após a data da remoção, o veículo será levado a leilão.

A Prefeitura informou que os veículos abandonados atraem insetos e animais indesejados, além de ocupar o espaço público e deteriorar o ambiente.

Denúncias sobre veículos abandonados podem ser realizadas pelo telefone 156 ou pelo site https://sp156.prefeitura.sp.gov.br/.

Enfim, Gostou da matéria?

Então, siga o Via Coletivo no canal do YouTube, em nossas redes sociais como o FacebookTwitter e Instagram. Desse modo, você poderá acompanhar tudo sobre Trens, Metrô, Ônibus, Uber, Aviação, bem como outras matérias relacionadas a Mobilidade Urbana e Transportes.

David Molina

David Molina

Paulistano, budista, fotógrafo, entusiasta do transporte público, editor dos perfis CPTM da Depressão e Metrô SP Depressivo no Facebook.

Deixe uma resposta