fbpx

Prazo de Caducidade da Linha 6-Laranja do Metrô é prorrogado novamente

O Secretário de Transportes Metropolitanos, Alexandre Baldy, informou pelas suas redes sociais que o prazo da caducidade da Linha 6-Laranja do Metrô de São Paulo foi estendido para o dia 1º de julho. O prazo estava previsto para se esgotar nesta segunda-feira, dia 22 junho.

Está já é sexta vez que o contrato de caducidade é prorrogado pelo governo de São Paulo.


Neste momento em que o mundo vive, juntamente com as condições políticas do Brasil, o Governado de São Paulo estende o prazo da caducidade da Linha 6-Laranja para 1º de Julho de 2020 para que a empresa espanhola Acciona possa de fato concretizar a tratativa com o Consórcio Move SP”, disse Baldy

“Temos empenhados todos os nossos esforços em retomar a maior obra de mobilidade da América Latina, que vai atender a uma região necessitada de transporte digno e eficiente”, concluiu o Secretário.

A construtora espanhola Acciona fechou um acordo para a compra da concessão da Linha 6-Laranja do Metrô do consórcio Move São Paulo. Porém, ainda faltam diversas exigências burocráticas para que de fato o negócio seja firmado.

O Consórcio Move Paulo é formado pelas construtoras Odebrecht, Queiroz Galvão e UTC. A sociedade não conseguiu seguir com as obras por dificuldades em obter um empréstimo de R$ 5,5 bilhões com BNDES. As empresas tiveram dificuldades em obter o empréstimo por estarem ligadas a diversos casos de corrupção no Brasil.

As obras da Linha 6-Laranja foram paralisadas em setembro de 2016. O projeto da linha é de 15 estações, com 15,3 km de extensão, ligando a Brasilândia, na zona norte, a estação São Joaquim, no centro da capital paulista, ela irá fazer conexão com as linhas 1-Azul Metrô de São Paulo, 4-Amarela do Metrô (operada pela ViaQuatro) e linhas 7-Rubi e 8-Diamante da CPTM.

Enfim, Gostou da matéria?

Então, siga o Via Coletivo no canal do YouTube, em nossas redes sociais como o FacebookTwitter e Instagram. Desse modo, você poderá acompanhar tudo sobre Trens, Metrô, Ônibus, Uber, Aviação, bem como outras matérias relacionadas a Mobilidade Urbana e Transportes.

Aílton Donato

Cristão, paulistano, técnico em manutenção automotiva, empreendedor digital, criador dos perfis CPTM da Depressão e Metrô SP Depressivo nas redes sociais e do site Via Coletivo. Sonoplasta nas horas vagas e apaixonado por Mobilidade Urbana, em especial pelo sistema sobre trilhos.