fbpx

Greve no Metrô de São Paulo é adiada, saiba mais

O sindicato dos Metroviários decidiram adiar a greve no Metrô de São Paulo que estava prevista para ocorrer nesta quarta-feira, dia 1º de julho.

Em uma assembleia realizada online, a categoria decidiu que uma nova reunião será feita no próximo dia 8. O sindicato promete fazer greve com as catracas abertas caso o Metrô e o Governo do Estado não atendam as reivindicações.


Os metroviários protestam contra os cortes nos salários de maio e junho por parte do Metrô, que alega não ter recursos para honrar o compromisso com os funcionários. Segundo informou o Metrô de São Paulo, a empresa enfrenta queda acima de 70% na receita por conta do atual momento sanitário.

Na assembleia, o coordenador do Sindicato, Wagner Fajardo, refutou as alegações da companhia e disse que “o governo e a empresa se aproveitam para atacar os metroviários, que é uma das categorias mais bem organizadas do estado. Se der certo, vai aplicar isso aos demais trabalhadores. É um completo desrespeito com quem presta o melhor serviço público do estado. Quem opera o Metrô não é a direção, são os metroviários. Mas essa direção sequer dialoga com o sindicato”.


Enfim, Gostou da matéria?

Então, siga o Via Coletivo no canal do YouTube, em nossas redes sociais como o FacebookTwitter e Instagram. Desse modo, você poderá acompanhar tudo sobre Trens, Metrô, Ônibus, Uber, Aviação, bem como outras matérias relacionadas a Mobilidade Urbana e Transportes.

Aílton Donato

Cristão, paulistano, técnico em manutenção automotiva, empreendedor digital, criador dos perfis CPTM da Depressão e Metrô SP Depressivo nas redes sociais e do site Via Coletivo. Sonoplasta nas horas vagas e apaixonado por Mobilidade Urbana, em especial pelo sistema sobre trilhos.