fbpx

CPTM reduz em 10 minutos tempo de viagem da Linha 12-Safira

A CPTM informou que reduziu o tempo de viagem da Linha 12-Safira, que liga a estação Brás a Calmon Viana.

De acordo com a companhia, a redução foi de dez minutos (de 62 para 52), devido a novas sinalizações e obras no trecho de 13 estações, uma importante ligação entre a região do Alto Tietê e a Capital.


O Secretário de Transportes Metropolitanos, Alexandre Baldy, o Presidente da CPTM, Pedro Moro, e o Diretor de Operação e Manutenção, Luiz Eduardo Argenton, fizeram a viagem pela Linha 12 nesta quarta (01) para acompanhar as melhorias.

Segundo Baldy, “as intervenções que vêm sendo realizadas na Linha 12 têm o empenho da equipe da CPTM para atender uma reivindicação antiga dos passageiros pela redução do tempo de viagem”.

“Hoje, a redução de 10 minutos já é uma realidade. Outras obras estão sendo feitas, outros projetos estão sendo pensados para que a gente consiga reduzir ainda mais. Dez minutos a menos para quem sai de Calmon Viana e vai até o centro de São Paulo é um ganho enorme. Cada minuto a mais que podemos usar com a família, estudando e trabalhando otimiza a rotina, trazendo mais qualidade de vida para as pessoas”, concluiu.

Conforme a companhia, a linha é sinuosa e necessitava de reduções de velocidade para garantir a segurança das viagens com o uso de trens antigos.

“Desde 2019 fizemos diversos estudos que mostravam que, com a modernização dos trens que circulam na via, seria possível aumentar a velocidade em alguns trechos”, disse Sérgio Luís Silva, Gerente de Manutenção de Via Permanente e Estrutura Civil da CPTM.

Em abril, a Prefeitura concluiu uma obra no córrego Tiquatira, entre Tatuapé e Engenheiro Goulart, o que possibilitou o aumento da velocidade no trecho.


Nas proximidades de Engenheiro Goulart, onde começa a Linha 13-Jade, uma obra também foi capaz de eliminar a necessidade da redução da velocidade das composições.

Tempo de viagem pode ser reduzido ainda mais

O tempo de viagem na Linha 12-Safira pode diminuir ainda mais devido a outras obras, como nas proximidades das estações São Miguel e Calmon Viana.

“Sabemos da importância desta linha para a população da zona leste de São Paulo e do Alto Tietê, e por isso estamos trabalhando para tornar a viagem mais rápida, confortável e segura para todos”, afirmou Pedro Moro, presidente da CPTM.

Enfim, Gostou da matéria?

Então, siga o Via Coletivo no canal do YouTube, em nossas redes sociais como o FacebookTwitter e Instagram. Desse modo, você poderá acompanhar tudo sobre Trens, Metrô, Ônibus, Uber, Aviação, bem como outras matérias relacionadas a Mobilidade Urbana e Transportes.

David Molina

David Molina

Paulistano, budista, fotógrafo, entusiasta do transporte público, editor dos perfis CPTM da Depressão e Metrô SP Depressivo no Facebook.

Deixe uma resposta