fbpx

Acciona assumirá a Linha 6-Laranja nesta terça (07)

A construtora espanhola Acciona assinou neste final de semana o contrato para assumir as obras e a operação da Linha 6-Laranja.

A informação foi antecipada pelo secretário dos Transportes Metropolitanos, Alexandre Baldy, ao jornal Folha de São Paulo.


A Acciona irá assumir a concessão da linha e passará a ser responsável pelos canteiros a partir desta terça (07), e pode retomar as obras em 90 dias.

O governo do estado tem a expectativa de que as obras gerem nove mil postos de trabalho, aliviando assim o desemprego potencializado pela atual crise sanitária.

De acordo com Baldy, “a concretização das tratativas entre a MoveSP e a espanhola Acciona consolida o objetivo do governo João Doria para a retomada das obras em 2020”.

A Acciona fechou um acordo para a compra da concessão da Linha 6-Laranja do Metrô do consórcio Move São Paulo, formado pelas construtoras Odebrecht, Queiroz Galvão e UTC.


As obras da Linha 6-Laranja foram paralisadas em setembro de 2016. O consórcio Move São Paulo não conseguiu seguir com as obras por dificuldades em obter um empréstimo de R$ 5,5 bilhões com o BNDES. As empresas tiveram dificuldades em obter o empréstimo por estarem ligadas a diversos casos de corrupção no Brasil.

Quando concluída, a linha terá 15 estações, com 15,3 km de extensão, ligando a Brasilândia, na zona norte, a estação São Joaquim, no Centro. Haverão conexões com as linhas 1-Azul e 4-Amarela do Metrô e as linhas 7-Rubi e 8-Diamante da CPTM.

Enfim, Gostou da matéria?

Então, siga o Via Coletivo no canal do YouTube, em nossas redes sociais como o FacebookTwitter e Instagram. Desse modo você poderá acompanhar tudo sobre Trens, Metrô, Ônibus, Uber, Aviação, bem como outras matérias relacionadas a Mobilidade Urbana e Transportes.

David Molina

David Molina

Paulistano, budista, fotógrafo, entusiasta do transporte público, editor dos perfis CPTM da Depressão e Metrô SP Depressivo no Facebook.

Deixe uma resposta