fbpx

Obras da Linha 6-Laranja devem ser retomadas em 90 dias, diz governo

O governo do estado de São Paulo informou que as obras da linha 6-Laranja devem ser retomadas em 90 dias.

As obras e a operação da linha passaram a ser de responsabilidade da construtora espanhola Acciona, que assinou o contrato com o consórcio Move SP neste final de semana.


A linha terá 15 estações e 15,3 km de extensão. Vai ligar a Brasilândia, na Zona Norte da Capital, até a estação São Joaquim, no Centro.

Haverão conexões com as linhas 1-Azul e 4-Amarela do Metrô e as linhas 7-Rubi e 8-Diamante da CPTM. Cerca de 600 mil passageiros devem utilizar o ramal diariamente.

As obras deverão ser concluídas em quatro anos. A Acciona terá um prazo de 25 anos para explorar a linha comercialmente.

O governador João Doria (PSDB), informou que será feito um cronograma de retomada dos trabalhos, gerando 9 mil empregos, sendo 5 mil diretos.

“Fico feliz em anunciar que foi concretizado o acordo entre Move SP e o grupo espanhol Acciona para a retomada das obras da Linha 6-Laranja do Metrô, que vai ligar o Centro de SP à Brasilândia (ZN). É a maior obra de infraestrutura do Brasil e a maior PPP do mundo”, disse Doria em suas redes sociais.

“Desde que assumimos, trabalhamos para retomar sua construção. As obras terão início em até 90 dias e vão gerar 9 mil empregos diretos em SP. Mais qualidade de vida para os moradores da Zona Norte da Capital, que há muitos anos esperam pelo Metrô”, concluiu.

Veja também:

Acesso da Ladeira Porto Geral da estação São Bento é reaberto pelo Metrô de SP

Enfim, Gostou da matéria?

Então, siga o Via Coletivo no canal do YouTube, em nossas redes sociais como o FacebookTwitter e Instagram. Desse modo, você poderá acompanhar tudo sobre Trens, Metrô, Ônibus, Uber, Aviação, bem como outras matérias relacionadas a Mobilidade Urbana e Transportes.

David Molina

David Molina

Paulistano, budista, fotógrafo, entusiasta do transporte público, editor dos perfis CPTM da Depressão e Metrô SP Depressivo no Facebook.

Deixe uma resposta