fbpx

Prazo de utilização do Passe Escolar é prorrogado para estudantes da área da saúde

O prazo para os estudantes da área da saúde utilizarem as cotas do Passe Livre ou Meia Tarifa foi prorrogado mais uma vez.

O novo prazo agora é 9 de agosto. Para solicitar a liberação do benefício, o interessado deve solicitar uma declaração preenchida pela instituição onde realiza o seu estágio conforme o modelo disponível no site da EMTU.


Inicialmente, o benefício havia sido suspenso devido à interrupção das aulas. Porém, foi permitida a isenção ou desconto no pagamento da tarifa nas linhas intermunicipais gerenciadas pela EMTU àqueles alunos que estão colaborando no enfrentamento da atual crise sanitária.

Desde o início da liberação, 166 estudantes fizeram a solicitação, sendo 132 da Região Metropolitana de São Paulo, 25 na Baixada Santista, 3 em Sorocaba e 6 em Campinas.

Como obter

Os interessados em obter o Passe Livre ou o Meia Tarifa devem solicitar ao órgão ligado à saúde em que prestam serviços uma declaração em papel timbrado que contenha o seu nome completo e CPF, além da assinatura do supervisor de estágio.

O documento assinado precisa ser enviado por e-mail à EMTU/SP em endereços correspondentes a cada região metropolitana:

Região Metropolitana de São Paulo

Para estudantes com direito ao Passe Livre, o e-mail é [email protected]. Para quem tem direito à Meia Tarifa, o e-mail é [email protected].

Região Metropolitana de Campinas

[email protected]


Região Metropolitana da Baixada Santista

[email protected]

Região Metropolitana de Sorocaba

[email protected]

Região Metropolitana do Vale do Paraíba e Litoral Norte

[email protected]

Enfim, Gostou da matéria?

Então, siga o Via Coletivo no canal do YouTube, em nossas redes sociais como o FacebookTwitter e Instagram. Desse modo você poderá acompanhar tudo sobre Trens, Metrô, Ônibus, Uber, Aviação, bem como outras matérias relacionadas a Mobilidade Urbana e Transportes.

David Molina

David Molina

Paulistano, budista, fotógrafo, entusiasta do transporte público, editor dos perfis CPTM da Depressão e Metrô SP Depressivo no Facebook.

Deixe uma resposta