fbpx

Sindicato confirma paralisação do Metrô de SP nesta terça (28)

Após assembleia, o Sindicato dos Metroviários confirmou que haverá uma paralisação por tempo indeterminado a partir desta terça (28).

A paralisação começará a meia-noite, nas linhas 1-Azul, 2-Verde, 3-Vermelha e 15-Prata. As linhas 4-Amarela e 5-Lilás são administradas pela iniciativa privada e devem funcionar normalmente.


O sindicato afirma que o Metrô está se aproveitando da atual crise sanitária pra retirar os direitos dos trabalhadores do sistema.

Na última terça (23), os metroviários receberam um comunicado do Metrô informando sobre um corte de 10% nos salários. Além disso, foram reduzidas as horas extras e os adicionais noturnos.

Nesta segunda (27), a Justiça do Trabalho de São Paulo (TRT-2) estabeleceu regras para a greve. No horário de pico, das 6h às 9h e das 16h30 às 19h30, 95% dos serviços deverão funcionar. Já no restante do dia, deverão ser 65%.

Caso a decisão do TRT-2 não seja respeitada, será aplicada uma multa diária no valor de R$ 150 mil para os trabalhadores e R$ 500 mil para o Metrô.

VEJA TAMBÉM:
PRIMEIRA MÃO: Greve no Metrô de São Paulo é cancelada
Enfim, Gostou da matéria?

Então, siga o Via Coletivo no canal do YouTube, em nossas redes sociais como o FacebookTwitter e Instagram. Desse modo, você poderá acompanhar tudo sobre Trens, Metrô, Ônibus, Uber, Aviação, bem como outras matérias relacionadas a Mobilidade Urbana e Transportes.

David Molina

David Molina

Paulistano, budista, fotógrafo, entusiasta do transporte público, editor dos perfis CPTM da Depressão e Metrô SP Depressivo no Facebook.

Deixe uma resposta