fbpx

Prefeitura de SP começa a implantar ciclofaixa na Avenida Rebouças

A Prefeitura de São Paulo informou que irá dar início às obras de implantação da ciclofaixa da Avenida Rebouças a partir desta terça (04).

A ciclofaixa terá ao todo 3,4 km e fará conexão com a ciclovia da Avenida Paulista, Avenida Henrique Schaumann/Avenida Brasil, Avenida Faria Lima e da Rua da Consolação, formando uma grande rede integrada com estações de metrô, terminais de ônibus (Pinheiros), parques e unidades de saúde.


Segundo a Prefeitura, a nova ciclofaixa será implantada à direita da Avenida Rebouças, dos dois lados da pista, junto à calçada. A obra será iniciada com a reforma de guias e sarjetas no sentido centro-bairro.

A CET (Companhia de Engenharia de Tráfego) irá monitorar o trânsito na região. A previsão é que a obra para implantação nos dois sentidos dure 60 dias.

Plano cicloviário

A Prefeitura afirma que tem trabalhado com prioridade na execução do Plano Cicloviário, e que até o final deste ano, a Capital terá a maior malha dedicada às bicicletas dentre todas as capitais brasileiras, com 676 km.


Serão 173,5 km de novas conexões e 310 km de requalificações.

Os investimentos são da ordem de R$ 325 milhões nesta etapa de ampliação e recuperação da infraestrutura cicloviária (a reforma inclui asfalto novo, nivelamento da sarjeta, mais tachões de segurança, sinalização horizontal e vertical).

Além disso, já foram entregues conexões em trechos como as avenidas Ricardo Jafet, Henrique Schaumann e Engenheiro Caetano Álvares, e estão em andamento obras como na Avenida Jacu-Pêssego, Domingos de Morais e Vila Jaguara.

Enfim, Gostou da matéria?

Então, siga o Via Coletivo no canal do YouTube, em nossas redes sociais como o FacebookTwitter e Instagram. Desse modo, você poderá acompanhar tudo sobre Trens, Metrô, Ônibus, Uber, Aviação, bem como outras matérias relacionadas a Mobilidade Urbana e Transportes.

David Molina

David Molina

Paulistano, budista, fotógrafo, entusiasta do transporte público, editor dos perfis CPTM da Depressão e Metrô SP Depressivo no Facebook.

Deixe uma resposta