fbpx

Projeto de Lei proíbe a criação de novas vagas de Zona Azul em SP

Por meio do Projeto de Lei nº 471/2020, o vereador Antonio Donato (PT-SP) propõe proibir a criação de novas vagas destinadas aos estacionamentos rotativos da Zona Azul na cidade de São Paulo.

Segundo o texto, o atual número de vagas existentes na Capital (43.521) passaria a ser o limite máximo de vagas na cidade.


No texto, o vereador justifica que “a medida tem por objetivo facilitar a implementação de novas ciclovias e faixas de corredores para os ônibus integrantes do Sistema de Transporte Público Municipal”.

O vereador diz ainda que “a política equivocada perpetrada nas últimas décadas de incentivo
praticamente exclusivo ao automóvel como meio de transporte mostrou-se ineficaz e
seriamente prejudicial à população da cidade de São Paulo”.

Antonio Donato afirmou que a Capital “chegou ao limite tolerável no uso do seu espaço urbano para o abrigo de automóveis”, e que o espaço atualmente usado para estacionamentos de carros pode ser utilizado em maior benefício da sociedade com a implementação de ciclovias, faixas de ônibus e até mesmo como canteiros para a produção de novas áreas verdes”.

O Projeto será analisado pela Câmara Municipal.

Enfim, Gostou da matéria?

Então, siga o Via Coletivo no canal do YouTube, em nossas redes sociais como o FacebookTwitter e Instagram. Desse modo, você poderá acompanhar tudo sobre Trens, Metrô, Ônibus, Uber, Aviação, bem como outras matérias relacionadas a Mobilidade Urbana e Transportes.

David Molina

David Molina

Paulistano, budista, fotógrafo, entusiasta do transporte público, editor dos perfis CPTM da Depressão e Metrô SP Depressivo no Facebook.

Deixe uma resposta