fbpx

Câmara de SP aprova salário mínimo para taxistas e motoristas de vans escolares

Em primeira votação, a Câmara Municipal de São Paulo aprovou o Projeto de Lei nº 291/2020, que prevê um salário mínimo para taxistas e motoristas de vans escolares durante a atual crise sanitária.

O projeto é de autoria dos vereadores Adilson Amadeu (DEM) e Toninho Vespoli (PSOL), e foi votado nesta quarta (12). De acordo com o texto, as categorias receberiam ajuda financeira para minimizar os efeitos da crise.


O vereador Adilson Amadeu disse que, durante a crise, “muitos taxistas e motoristas escolares ficaram sem poder trabalhar e levar o sustento para suas famílias. É uma situação dramática, como nunca antes vivemos em nosso país. Não nessa escala”.

Já Toninho Vespoli afirmou que “esse é um PL imprescindível para dar uma colaboração, um auxílio, neste momento tão difícil que os tios e tias do transporte escolar estão enfrentando. Então, vamos continuar pressionando para votar rapidamente em segunda votação, e para que o governo sancione esse projeto”.

Para entrar em vigor, o projeto deverá ser aprovado em uma segunda votação na Câmara Municipal e depois ser sancionado pelo Prefeito Bruno Covas (PSDB).

*Com informações do Portal G1

Enfim, Gostou da matéria?

Então, siga o Via Coletivo no canal do YouTube, em nossas redes sociais como o FacebookTwitter e Instagram. Desse modo, você poderá acompanhar tudo sobre Trens, Metrô, Ônibus, Uber, Aviação, bem como outras matérias relacionadas a Mobilidade Urbana e Transportes.

David Molina

David Molina

Paulistano, budista, fotógrafo, entusiasta do transporte público, editor dos perfis CPTM da Depressão e Metrô SP Depressivo no Facebook.

Deixe uma resposta