fbpx

EMTU: Três linhas que atendem a região do Alto Tietê voltarão a operar após autorização da prefeitura de SP

A EMTU informou que a partir de segunda-feira, dia 17 de agosto, três linhas que atendem a região do Alto Tietê voltarão a operar após o pedido de reconsideração da EMTU à Secretaria de Mobilidade e Transportes do Município de São Paulo.

Em maio a prefeitura de São Paulo impediu que 12 linhas da EMTU operassem na capital paulista por meio de uma portaria comandada pelo prefeito Bruno Covas.


Confira abaixo as linhas que voltarão a operar e suas modificações:
016 – Guarulhos (Terminal Urbano Guarulhos) – São Paulo (Metrô Armênia),

A linha retomará a operação a partir do Terminal Urbano Guarulhos com destino ao Metrô Armênia. Em Guarulhos terá o itinerário modificado para atender os passageiros da 575, que foi cancelada. O trajeto será mantido, atendendo o Terminal Cecap até as imediações da Praça IV Centenário, de onde terá acesso facilitado para a Rodovia Presidente Dutra.

377 – Poá (Jardim Nova Poá) – São Paulo (Metrô Corinthians/Itaquera)

A linha será prolongada até a cidade de São Paulo. O ponto inicial continuará a ser em Poá (Jardim Nova Poá) e o final será transferido do Parque São Francisco, em Ferraz de Vasconcelos, para a Estação do Metrô Corinthians/Itaquera, na capital.

460 Ferraz de Vasconcelos (Vila São Paulo) – São Paulo (Estação Guaianazes – CPTM)


A linha seguirá com seu ponto inicial mantido, porém, o ponto final será alterado. Antes o ponto final era em Artur Alvim, agora será na Estação Guaianazes da CPTM.

Veja também:
Governo de SP envia projeto de lei que extingue EMTU à Alesp
EMTU aumenta frota de ônibus e viagens de linhas que atendem Taboão da Serra

Enfim, Gostou da matéria?

Então, siga o Via Coletivo no canal do YouTube, em nossas redes sociais como o FacebookTwitter e Instagram. Desse modo você poderá acompanhar tudo sobre Trens, Metrô, Ônibus, Uber, Aviação, bem como outras matérias relacionadas a Mobilidade Urbana e Transportes.

Aílton Donato

Cristão, paulistano, técnico em manutenção automotiva, empreendedor digital, criador dos perfis CPTM da Depressão e Metrô SP Depressivo nas redes sociais e do site Via Coletivo. Sonoplasta nas horas vagas e apaixonado por Mobilidade Urbana, em especial pelo sistema sobre trilhos.