fbpx

Obras da Linha 2-Verde são adiadas após protestos contra cortes de Árvores

O protesto de moradores da Zona Leste fez o Metrô de São Paulo adiar a instalação de um canteiro de obras para construção do primeiro lote de ampliação da Linha 2-Verde.

Os moradores protestam contra a retirada de pelo menos 350 árvores em uma área do Jardim Têxtil, na Vila Formosa.


Ao todo seriam retiradas 118 árvores de espécies nativas, 232 de espécies exóticas e 5 mortas, totalizando 355 unidades.

Segundo informações fornecidas pela CML 2, consórcio responsável pelas obras, a empresa e o Metrô de São Paulo têm uma autorização da Cetesb para a retirada das árvores.

A retirada teria começado na quarta-feira, dia 19 de agosto, e iria até 1º de setembro.

Diante da repercussão, o Metrô de São Paulo informou que irá suspender o início dos cortes das árvores e avisou que vai rever o projeto.


Veja também:
Linha 2-Verde do Metrô de São Paulo ganhará 8 novas estações; confira
Futuras Linhas 19-Celeste e 20-Rosa do Metrô de SP estão em estudos
Metrô de SP lança edital para sondagens no subsolo da futura Linha 20-Rosa

Enfim, Gostou da matéria?

Então, siga o Via Coletivo no canal do YouTube, em nossas redes sociais como o FacebookTwitter e Instagram. Desse modo você poderá acompanhar tudo sobre Trens, Metrô, Ônibus, Uber, Aviação, bem como outras matérias relacionadas a Mobilidade Urbana e Transportes.

Aílton Donato

Cristão, paulistano, técnico em manutenção automotiva, empreendedor digital, criador dos perfis CPTM da Depressão e Metrô SP Depressivo nas redes sociais e do site Via Coletivo. Sonoplasta nas horas vagas e apaixonado por Mobilidade Urbana, em especial pelo sistema sobre trilhos.