fbpx

Saiba como conseguir reembolso da tarifa em caso de falhas na CPTM e no Metrô SP

Passageiros podem pedir reembolso do valor da passagem em caso de falhas, atrasos ou de interrupção da viagem nos trens do Metrô e da CPTM

Para solicitar o reembolso o passageiro precisa procurar o supervisor da estação para fazer a solicitação. Caso o supervisor da estação não estabeleça o reembolso imediato, é preciso procurar a ouvidoria.


É sempre importante anotar o horário em que entrou na estação, horário da falha, número do trem e saber o nome do supervisor da estação para falar com a ouvidoria.

O reembolso depende de dois fatores. Um deles é a gravidade da ocorrência, ou seja, o tamanho do problema na linha. O outro é a previsão para restabelecimento da operação, isto é, quanto tempo vai demorar para o problema ser resolvido.

De acordo com o IDEC (Instituto de Defesa do Consumidor), o retorno do valor da passagem também deve acontecer quando a composição está cheia e o passageiro não consegue embarcar.

Os sites oficiais das companhias também disponibilizam uma declaração que explica o motivo da falha e o do tempo de percurso ter se estendido para o além do habitual.


Para fazer a consulta no site do Metrô, basta clicar no item “Sua viagem” e, depois, em “Declaração de Ocorrência”, ou acessar diretamente clicando aqui.

Já para acessar o comunicado de ocorrência disponibilizado pela CPTM basta acessar o site da empresa, clicar em “atendimento”, localizado no rodapé do site e consultar a declaração. Você também pode acessar diretamente clicando aqui.

O passageiro pode imprimir a consulta usando o site das companhias ou retirar pessoalmente a declaração nos Postos de Atendimento na estação Sé do Metrô ou Palmeiras-Barra Funda da CPTM.

Enfim, Gostou da matéria?

Então, siga o Via Coletivo no canal do YouTube, em nossas redes sociais como o FacebookTwitter e Instagram. Desse modo você poderá acompanhar tudo sobre Trens, Metrô, Ônibus, Uber, Aviação, bem como outras matérias relacionadas a Mobilidade Urbana e Transportes.

Aílton Donato

Cristão, paulistano, técnico em manutenção automotiva, empreendedor digital, criador dos perfis CPTM da Depressão e Metrô SP Depressivo nas redes sociais e do site Via Coletivo. Sonoplasta nas horas vagas e apaixonado por Mobilidade Urbana, em especial pelo sistema sobre trilhos.