fbpx

Passageiros reclamam de suposto aumento realizado no valor da tarifa em SP

Os usuários do transporte público da cidade de São Paulo estão reclamando de um suposto aumento realizado pela SPTrans na tarifa do Bilhete Único.

De acordo com os passageiros, desde a última terça-feira, dia 1º de setembro, está sendo cobrado R$ 4,83 nas catracas das estações da CPTM e Metrô de São Paulo e também nos validadores dos ônibus municipais. Antes, o valor cobrado era o de R$ 4,40.


Procurada pela reportagem da BandNews FM, a SPTrans negou o aumento no valor da tarifa. A empresa alegou que a quantia já é cobrada desde janeiro na modalidade vale-transporte, porém os validadores estavam desatualizados.

A empresa disse em nota que “o sistema de validadores dos ônibus municipais e das estações do Expresso Tiradentes, do Metrô e da CPTM estão em processo de atualização. Com o novo procedimento, os equipamentos estarão habilitados para mostrar os valores reais das tarifas de vale-transporte para ônibus, que é de R$ 4,83 desde janeiro de 2020.”


Veja também:
Joice Hasselmann promete acabar com SPTrans caso vença eleições
Bilhete Único: Dados de 37 milhões de usuários são expostos pela SPTrans
Prefeitura de SP paga valores maiores as empresas de ônibus mesmo com redução de passageiros

Saiba como conseguir reembolso da tarifa em caso de falhas na CPTM e no Metrô SP

Enfim, Gostou da matéria?

Então, siga o Via Coletivo no canal do YouTube, em nossas redes sociais como o FacebookTwitter e Instagram. Desse modo você poderá acompanhar tudo sobre Trens, Metrô, Ônibus, Uber, Aviação, bem como outras matérias relacionadas a Mobilidade Urbana e Transportes.

Aílton Donato

Cristão, paulistano, técnico em manutenção automotiva, empreendedor digital, criador dos perfis CPTM da Depressão e Metrô SP Depressivo nas redes sociais e do site Via Coletivo. Sonoplasta nas horas vagas e apaixonado por Mobilidade Urbana, em especial pelo sistema sobre trilhos.