fbpx

Bruno Covas veta proposta que pretendia criar Bilhete Único Especial do Desempregado

Um Projeto de Lei que pretendia criar o Bilhete Único Especial do Desempregado para ser utilizado nos ônibus da capital paulista, administrados pela SPTrans, foi vetado pelo prefeito e candidato a reeleição, Bruno Covas. O veto foi feito no dia 17 de setembro após o projeto ser aprovado na câmara municipal.

Trata-se do PL 13/2017, de autoria dos vereadores Toninho Vespoli (PSOL) e Mário Covas Neto (Podemos).


Bruno Covas alegou que a aprovação do projeto implicaria em um aumento de despesas, sem a necessária contrapartida orçamentária para financiar o benefício. Com isso, sendo indispensável realizar um aumento no valor da tarifa para custear a implantação do projeto.

No entanto, o prefeito ainda reconheceu o “inegável intuito meritório da proposta”, mas ressaltou também que sua aprovação agora seria ilegal e esbarraria em um artigo da Lei Federal nº 9.507. Este artigo impede a concessão de benefícios sociais por parte da Administração Pública em ano eleitoral.

A proposta do Bilhete Único Especial do Desempregado é similar as já existentes na CPTM e Metrô de São Paulo, empresas geridas pelo governo estadual.


Ele visa o fornecimento do benefício a pessoas que trabalharam por pelo menos seis meses no último emprego, com carteira assinada e que foram demitidas sem justa causa.

Para fazer a solicitação, a pessoa precisaria solicitar o cartão após um mês ou até seis meses depois da demissão. O Bilhete poderia ser utilizado por até 90 dias.

Confira abaixo na integra as razões apresentadas por Bruno Covas para vetar o projeto:

Enfim, Gostou da matéria?

Então, siga o Via Coletivo no canal do YouTube, em nossas redes sociais como o Facebook, Twitter e Instagram. Desse modo você poderá acompanhar tudo sobre Trens, Metrô, Ônibus, Uber, Aviação, bem como outras matérias relacionadas a Mobilidade Urbana e Transportes.

Aílton Donato

Cristão, paulistano, técnico em manutenção automotiva, empreendedor digital, criador dos perfis CPTM da Depressão e Metrô SP Depressivo nas redes sociais e do site Via Coletivo. Sonoplasta nas horas vagas e apaixonado por Mobilidade Urbana, em especial pelo sistema sobre trilhos.