fbpx

Baldy retorna ao comando da Secretaria de Transportes Metropolitanos

O secretário de Transportes Metropolitanos, Alexandre Baldy, retornou ao seu cargo nesta quinta-feira, dia 1º de outubro. Mas até a publicação desta matéria não houve nenhum comunicado oficial do governo estadual sobre seu regresso ao comando da pasta.

O que indicou seu retorno foi algumas publicações feitas pelo secretário em suas redes sociais. Nos posts, Baldy aparece circulando pelas linhas do Metrô de São Paulo.


Em uma destas publicações, o secretário informou que estava na região de São Mateus, realizando vistorias técnicas para executar a implantação de uma passarela que visa ligar o terminal de ônibus a estação da linha 15-Prata do monotrilho.

Baldy estava afastado do cargo desde o dia 6 de agosto, quando foi detido pela Polícia Federal em mais uma fase da Operação Lava-Jato. Foram encontrados R$ 90 mil em espécie em uma residência no Lago Sul, localizado em Brasília (DF). O endereço é ligado ao secretário.

Ele é apontado por atos suspeitos antes de assumir a pasta de transportes do governo de São Paulo, quando foi deputado federal pelo estado de Goiás e ministro das Cidades no governo do ex-presidente Michel Temer.

Segundo investigações, Baldy usou da influência dos dois cargos para intermediar contratos e desviar recursos da área da Saúde, sobre os quais ganharia um percentual.


Um dia após sua prisão, o secretário foi solto pelo ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Gilmar Mendes, após sua defesa recorrer a suprema corte.

Após todo o ocorrido, o secretário foi afastado pelo governo de São Paulo para poder se defender das acusações. No lugar de Baldy assumiu Paulo José Galli, segundo na hierarquia da pasta de transportes.

No dia 23 de setembro, o ministro Gilmar mendes voltou a entrar em cena, desta vez suspendendo a ação penal da Lava-Jato contra Alexandre Baldy.

A decisão do ministro vale até que a Segunda Turma do STF decida se a competência para julga a ação penal é da Justiça de Goiás ou do Rio de Janeiro. Além da suspensão penal, Mendes também derrubou o bloqueio de bens de Alexandre Baldy.

Enfim, Gostou da matéria?

Então, siga o Via Coletivo no canal do YouTube, em nossas redes sociais como o FacebookTwitter e Instagram. Desse modo, você poderá acompanhar tudo sobre Trens, Metrô, Ônibus, Uber, Aviação, bem como outras matérias relacionadas a Mobilidade Urbana e Transportes.

Aílton Donato

Cristão, paulistano, técnico em manutenção automotiva, empreendedor digital, criador dos perfis CPTM da Depressão e Metrô SP Depressivo nas redes sociais e do site Via Coletivo. Sonoplasta nas horas vagas e apaixonado por Mobilidade Urbana, em especial pelo sistema sobre trilhos.