fbpx

CPTM irá leiloar vagões da série 1700 para atrair entusiastas e colecionadores

Composições terão lance mínimo de R$ 40.550; serão cinco unidades que podem ser adquiridas por colecionadores e comerciantes

Os leilões de materiais usados da CPTM, como trens antigos e fora de uso e sucata, já são bastante tradicionais no meio ferroviário – são cerca de quatro por ano, onde são negociados grandes lotes de dormentes, trilhos e outros materiais que em sua grande maioria são destinados à indústria de reciclagem.

Mas no próximo leilão da companhia, agendado para 11 de novembro às 10h00, a Companhia Paulista de Trens Metropolitanos irá inovar e chegar a um novo público. Isso porque, pela primeira vez, serão leiloados cinco lotes compostos apenas por um carro ferroviário.


“Queremos atrair entusiastas, colecionadores e empresas interessadas em construir espaços temáticos com o charme ferroviário.”, explica Leandro Capergiani, gerente de Logística da CPTM. De acordo com ele, o lance inicial para a aquisição dos carros ferroviários será de R$40.550,00 por unidade, isso significa que com um investimento mínimo desse valor será possível para pessoas ou empresas arrematar um carro ferroviário para montar o seu próprio projeto utilizando como base um trem que é parte da história do desenvolvimento da ferrovia e da Região Metropolitana de São Paulo.

As cinco composições são do antigo modelo 1700, que prestou serviço na Linha 7-Rubi. O trem, um dos mais rápidos da época, entrou em circulação em 1987, quando quem operava o trajeto era a Companhia Brasileira de Trens Urbanos (CBTU), que, após cisão com a Fepasa formou a CPTM, em 1992. O espaço interno era um dos principais diferenciais do 1700, e o que pode, no próximo leilão, também atrair compradores por conta deste detalhe.


Mas apesar da novidade do certame de 11 de novembro, vale lembrar que também serão leiloados, como sempre, lotes grandes com diversas peças, como dormentes, trilhos e outros tipos de sucata, destinados ao mesmo público-alvo. “A estimativa para este leilão é de uma arrecadação de cerca de R$ 3 milhões”, explica Capergiani.

O leilão da CPTM acontecerá por meio do site www.siteleiloes.com.br. Os interessados em participar, sejam pessoas físicas ou jurídicas, devem estar cadastrados no site do leilão.

Enfim, Gostou da matéria?

Então, siga o Via Coletivo no canal do YouTube, em nossas redes sociais como o FacebookTwitter e Instagram. Desse modo, você poderá acompanhar tudo sobre Trens, Metrô, Ônibus, Uber, Aviação, bem como outras matérias relacionadas a Mobilidade Urbana e Transportes.

Letícia Castilho

Letícia Castilho

Paulistana, blogueira, empreendedora digital e amante da mobilidade urbana que procura sempre levar informações relevantes e de qualidade ao público que acompanha o Via Coletivo diretamente pelo site ou através dos perfis nas redes sociais.