fbpx

CPTM arrecada R$ 4,6 milhões após realizar terceiro leilão do ano

A CPTM (Companhia Paulista de Trens Metropolitanos) informou que encerrou nesta quarta-feira, dia 11 de novembro, mais um leilão com itens ferroviários que não têm mais utilidade, também conhecido como materiais inservíveis.

Ao todo, foram arrecadados R$ 4,6 milhões em 58 lotes leiloados. Valor 48% superior ao estimado para o leilão.


Os itens com maior valor foram os trilhos ferroviários que não atendem mais os padrões técnicos, que foram arrematados por R$ 1.845.000. Além de sucata de Via Permanente, arrematada por R$ 832.000, cobre por R$ 659.000 e dormentes por R$ 495.000.

Foram leiloados também cinco lotes com um carro ferroviário cada, todos da série 1700, que prestou serviço na Linha 7-Rubi. O trem, um dos mais rápidos da época, entrou em circulação em 1987. Os lotes dos trens alcançaram o valor total de R$ 268.000.

Segundo o gerente da GOL (Gerência de Logística), Leandro Capergiani Moreira, este ano, a CPTM arrecadou cerca de R$ 16,7 milhões nos três leilões realizados. Em 2019, foram R$ 5,2 milhões com a venda de sucata.


“O leilão de peças inservíveis permite a Companhia recuperar parte do investimento, gera benefício ambiental e abre espaço para outros materiais do ciclo de substituição” finaliza.

Veja também:
Enfim, Gostou da matéria?

Então, siga o Via Coletivo no canal do YouTube, em nossas redes sociais como o FacebookTwitter e Instagram. Desse modo, você poderá acompanhar tudo sobre Trens, Metrô, Ônibus, Uber, Aviação, bem como outras matérias relacionadas a Mobilidade Urbana e Transportes.

Aílton Donato

Cristão, paulistano, técnico em manutenção automotiva, empreendedor digital, criador dos perfis CPTM da Depressão e Metrô SP Depressivo nas redes sociais e do site Via Coletivo. Sonoplasta nas horas vagas e apaixonado por Mobilidade Urbana, em especial pelo sistema sobre trilhos.