fbpx

SPTrans e IPT firmam convênio para análise em ônibus com ar-condicionado

A Prefeitura de São Paulo, por meio da SPTrans, firmou termo de cooperação técnica com o IPT (Instituto de Pesquisas Tecnológicas) com o objetivo de analisar a qualidade do ar, além da possível presença de microrganismos que podem ser prejudiciais à saúde no interior dos ônibus da frota municipal da capital paulista. O documento foi publicado no Diário Oficial da Cidade de São Paulo, no dia 6 de janeiro de 2021.


De acordo com o projeto, o IPT irá realizar uma avaliação microbiológica, de parâmetros físicos e químicos relacionados à qualidade do ar dentro dos ônibus municipais que possuem equipamento de ar condicionado.


Após a realização das análises, o órgão emitirá um relatório técnico apontando os resultados à SPTrans, que deverá orientar as empresas prestadoras de serviço a adotarem novos procedimentos para a circulação e renovação do ar, caso seja constatada a necessidade.

O objetivo da SPTrans é verificar a necessidade de aprimorar novos protocolos de limpeza, incluindo o sistema de ar-condicionado, para reduzir os riscos de contaminações de passageiros, motoristas e cobradores. O prazo para a realização dos testes é de seis meses contados a partir de dezembro de 2020, podendo ser prorrogado de comum acordo, caso seja identificada a necessidade de realização de mais testes.

Enfim, Gostou da matéria?

Então, siga o Via Coletivo em nosso canal do YouTube , em nossas redes sociais como o Facebook , Twitter e Instagram ou em nossos grupos no WhatsApp e Telegram . Desse modo, você pode acompanhar tudo sobre Trens, Metrô, Ônibus, Aviação, bem como outras coisas relacionadas a Mobilidade Urbana e Transportes.

Letícia Castilho

Letícia Castilho

Paulistana, blogueira, empreendedora digital e amante da mobilidade urbana que procura sempre levar informações relevantes e de qualidade ao público que acompanha o Via Coletivo diretamente pelo site ou através dos perfis nas redes sociais.